Planetário leva ciência para o Morro do Vidigal

29 maio 2012 | Notícias | Território: Vidigal

Senhora-olha-a-lua.ed

Maria José (foto acima) tem 87 anos e nunca havia visto a lua de tão pertinho. “Eu vi uma faixa branca e iluminada e parecia que tinha um monte de cascalhos nela. Será que era mesmo a lua?!”, questionou Maria depois de tirar os óculos do rosto. Mesmo com céu encoberto, mais de 30 pessoas entre crianças, adolescentes e adultos estiveram reunidos na Praça Niemeyer no Morro do Vidigal no último sábado e puderam reconhecer a lua no céu através de um telescópio próprio para isso.

A atividade faz parte de um projeto chamado Luneta na Laje, do Planetário do Rio de Janeiro. No Vidigal, o projeto teve apoio da ONG Ser Alzira de Aleluia – instituição que atende 386 crianças em projetos sociais de educação –, da rádio Estilo Livre e da ONG Horizonte.  “O Luneta na Laje  é surpreendente. Muitas pessoas perguntam por que a lua brilha tanto e muda de tamanho. É literalmente o conhecimento na praça”, conta o voluntário do Planetário, Eduardo Bittencourt.

Noel Pereira de 37 anos é senegalês e está ha pouco mais de 9 meses trabalhando num projeto social no Morro do Vidigal. “Na África a maioria das pessoas não acredita que o homem pisou na lua. Me sinto sortudo de poder ver a lua de tão perto e perceber o que ela causa nas crianças”, disse ele. A psicóloga Kênia de Aleluia que trabalha numas das ONG’s que apoiaram o evento ressalta a importância da atividade para a comunidade: “Mostramos que lazer não é só samba e cerveja, que ciência também pode ser lazer. E o conhecimento não está só na escola, ele pode estar na praça em frente a nossa casa e de noite!”, contou Kênia.

Quem passou pela praça pôde assistir também uma apresentação de balé das meninas da comunidade. “A ideia é que o Planetário venha e que a gente também mostre o que a comunidade tem de bom”, explicou Elma Aleluia, presidente da ONG Ser Alzira.

O projeto Luneta na Laje tem como objetivo aproximar a população das comunidades da astronomia e das ciências afins a partir da observação do céu. Já é a segunda vez que o Planetário vai ao Vidigal. Geralmente, além da lua é possível avistar e observar estrelas também. Mas, no ultimo sábado, por causa das nuvens, só foi possível ver a lua. O projeto Luneta na Laje já foi realizado no Morro Santa Marta e estará amanhã (30) no Complexo do Alemão (veja nossa agenda).

TODO O CONTEÚDO DESTE WEBSITE ESTÁ LICENCIADO SOB A CC ATTRIBUTION 3.0 BRAZIL, EXCETO QUANDO ESPECIFICADO EM CONTRÁRIO E NOS CONTEÚDOS REPLICADOS DE OUTRAS FONTES.