UPP em Ação leva serviços a comunidades pacificadas

23 julho 2012 | Notícias | Território: Fallet / Fogueteiro / Coroa

Upp em Ação 3

Cerca de 800 pessoas das comunidades do Fallet/ Fogueteiro/Coroa participaram no último sábado (21) das atividades do projeto UPP em Ação. O evento – que tem apoio do programa UPP Social – tem como objetivo oferecer aos moradores de comunidades pacificadas serviços como emissão de documentos, orientação jurídica, ginástica, recreação, palestras educativas, entre outras ações. Empresas e instituições que participaram do evento realizaram pesquisa prévia de intenção de cursos para identificar as demandas da comunidade. Os estandes funcionaram das 9h às 16h e muitas pessoas foram beneficiadas com as atividades.

Na Coroa, Olinda Maria da Costa Lima, 51 anos, moradora da comunidade há 45, já é frequentadora das aulas de ginástica para a terceira idade que acontecem todas as terças e quintas na quadra principal. Ela participou da demonstração de ginástica no sábado durante o evento: “Sempre fico mais amimada com atividade física. Antes de iniciar as aulas de ginástica sentia dores no joelho, mas, agora não tenho mais esse problema”, disse ela.

Funcionários do SEBRAE montaram um estande e passaram informações sobre o programa Empreendedor individual e informaram aos pequenos empresários o que devem fazer para legalizar um negócio que atualmente é informal.  A moradora de Santa Teresa, Luiza Ferreira, de 23 anos, quer abrir uma loja para vender os bordados e a pintura em tecido que faz. Ela recebeu orientação de uma consultora e aprovou a iniciativa. “Agora estou mais segura para encarar o desafio”, disse a artesã.

No morro do Fogueteiro houve programação exclusiva para as crianças. Uma van com oito notebooks conectados à internet foi disponibilizada e um professor mostrou como usar as ferramentas de navegação. E em clima de festa – comandada por um animador – as crianças aprenderam a escovar os dentes corretamente e receberam aplicação de flúor de dentistas da Polícia Militar.

Outros moradores aproveitaram para fazer pela primeira vez o documento de identidade. Caio Eduardo Lessa Gomes, 16 anos, do Fogueteiro contou que já estava pensando em providenciar esse registro. Quando soube da possibilidade de fazer o documento há apenas alguns passos de onde mora não pensou duas vezes para aproveitar a oportunidade. “Facilitou muito poder tirar o documento perto da minha casa. Além disso, pensei que fosse demorar, mas me surpreendi com a rapidez do serviço”, disse o estudante.

Depois de customizar uma bolsa ecológica na oficina oferecida pelo o SESI, Marcela dos Reis, 22 anos, que sempre morou no Fogueteiro, disse que o local é carente de iniciativas como esta. “Queria que tivesse um curso de artesanato aqui na comunidade”, disse.

No Fallet, o foco foi em serviços de saúde, como teste de glicose, exame preventivo de câncer de mama, aferição de pressão arterial, entre outros, oferecidos pela Lions Club. Foram realizados 800 atendimentos desse tipo, atingindo um total de 150 pessoas, dos quais 80% eram idosos.

Para o Coronel da PM Rogério Seara Martins, comandante-geral das UPPs, a ideia da UPP em Ação pode ser resumida em colocar as pessoas em movimento, seja praticando alguma atividade física, ou usufruindo de serviços de saúde e vivenciando uma atitude cidadã.

TODO O CONTEÚDO DESTE WEBSITE ESTÁ LICENCIADO SOB A CC ATTRIBUTION 3.0 BRAZIL, EXCETO QUANDO ESPECIFICADO EM CONTRÁRIO E NOS CONTEÚDOS REPLICADOS DE OUTRAS FONTES.