Parceria entre Sebrae e UPP auxilia empreendedores do Macacos

9 agosto 2012 | Notícias | Território: Macacos

Moradores escutam, atentos, as lições sobre planejamento

Sei controlar meu dinheiro. Sei planejar. Sei vender – essas frases curtas,  que contêm características essenciais para empreendedores, são os temas das oficinas que o Sebrae vem oferecendo aos moradores do Complexo dos Macacos. A iniciativa é uma parceria com a UPP.

As atividades são realizadas na Vila Olímpica, com turmas em diferentes turnos, para atender a todos os interessados. Na última terça-feira, pela manhã, dez moradores escutavam, atentos, as lições sobre planejamento.

Comandante da unidade, o capitão Barreto percebeu que, apesar de a região ter um comércio intenso, poucos estabelecimentos estavam regularizados. A missão de fazer um levantamento de todos os empreendimentos da comunidade, checar a situação legal em que se encontravam e explicar o procedimento de legalização e seus benefícios ficou a cargo dos soldados Marx e Francisco. “Esse estreitamento da relação com a comunidade faz parte do projeto de pacificação”, disse Marx.

Para realizar essa tarefa, eles mesmos precisaram assistir a uma palestra sobre empreendedorismo. O levantamento ainda está sendo feito, mas a expectativa é que o setor de gastronomia seja o mais representativo nessa região. “Nesse caso, por exemplo, uma linha de trabalho é ensinar como manipular os alimentos e as regras da vigilância sanitária. Com essas informações, é possível realizar um atendimento melhor, bolar um programa específico para o perfil da comunidade”, diz Carla Teixeira, coordenadora de projetos de empreendedorismo do Sebrae-RJ em comunidades pacificadas.

“Os empreendimentos em comunidades costumam ser antigos. As oficinas conseguem trazer melhorias porque, além de trazer conteúdos mais concretos, possibilitam a troca de experiências entre esses empreendedores. Isso traz chances de desenvolvimento”, analisa.

O casal de empreendedores Talita e Fagner mostra o certificado do Sebrae

O casal de empreendedores Talita e Fagner mostra o certificado do Sebrae

O casal Talita Juer e Fagner Aguiar agora faz parte do grupo de comerciantes legalizados. Eles não escondem ansiedade para inaugurar o Levada Carioca, serviço de delivery de pizza cone, uma pizza em formato de sorvete que será oferecida em 19 sabores diferentes. As informações do Sebrae sobre os benefícios da legalização e a isenção de taxas para os empreendedores individuais foram, segundo eles, “o empurrão que faltava”. “A gente antes só tinha a ideia. Aqui no Rio, não tem muita concorrência. Então resolvemos aproveitar antes que outros passem à frente com a novidade”, explica Talita.

Eles ainda não têm um espaço apropriado para receber clientes. Por isso, vão se concentrar nas entregas para conseguir dinheiro para expandir o negócio. “Com o passo a passo como administrar o negócio, a gente aprende coisas que só ia descobrir na prática, depois de algum sufoco”, opina Fagner.

TODO O CONTEÚDO DESTE WEBSITE ESTÁ LICENCIADO SOB A CC ATTRIBUTION 3.0 BRAZIL, EXCETO QUANDO ESPECIFICADO EM CONTRÁRIO E NOS CONTEÚDOS REPLICADOS DE OUTRAS FONTES.