Complexo da Penha

Inclui as UPPs Chatuba, Fé/Sereno, Vila Cruzeiro e Parque Proletário da Penha

Informações

Equipe UPP Social: Fernando Carlos de Sousa e Renato Ramos Martins

O Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, é formado pelos complexos do Grotão, na Região Administrativa (RA) da Penha, e da Vila Cruzeiro, na RA de Olaria. A Vila Cruzeiro, que abrange a Vila Proletária da Penha, o Morro do Cariri e a Rua Laudelino Freire, foi ocupada durante a década de 1940. Seu nome se deve a uma cruz que havia no alto do morro. A Vila Proletária da Penha surge em 1941. Em 1946, se mudam para lá moradores removidos de uma área conhecida como Mamona, na região do Cais do Porto. A região recebeu também moradores vindos do antigo Morro da Favela e do Beco do Saci, em São Cristóvão, e do Parque Arara, no Caju. O Parque Proletário do Grotão, composto pelo Morro da Caixa D’água, foi ocupado em 1979, após a falência da Pedreira Elcatroni, dona da região. Moradores dos morros do entorno se mudaram para a área mais plana do local. As UPPs Chatuba e Fé/Sereno foram inauguradas em 27 de junho de 2012. O Fórum UPP Social foi realizado em 20 de julho de 2012.

Dados demográficos

População e Domicílios das Comunidades
Comunidades
População
Domicílios
 
Fonte: Instituto Pereira Passos, com base em IBGE, Censo Demográfico (2010).
Morro da Caixa D`água (RA - Penha)2.882761
Morro da Fé2.483706
Morro do Caracol2.599711
Morro do Sereno807142
Parque Proletário do Grotão3.533863
Rua Frey Gaspar 27928486
Morro do Cariri8.3942.519
Rua Laudelino Freire1.191319
Vila Cruzeiro8.6112.336
Vila Proletária da Penha17.775
4.617
Rua Mira--
Total48,.59
13.060